sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

SERÁ? Globo confirma Pabllo Vittar como a nova GLOBELEZA 2018

A GLOBELEZA NÃO SERÁ MAIS REPRESENTADA POR UMA MULATA!

A mulata Brasileira sempre foi o ícone da Globeleza, vinheta de carnaval da emissora GLOBO, pelo qual consagrou a carreira da dançarina Valéria Valenssa, que durante 14 anos foi a Mulata Globeleza, dançando apenas com o corpo completamente pintado nas vinhetas da emissora designadas para o carnaval, sua sucessora foi Erika Moura, que assumiu o posto no ano de 2015 e vinha sendo a Globeleza até então...
Segundo informações, um dos maquiadores da emissora responsável pela produção da GLOBELEZA deixou vazar a informação de que a nova GLOBELEZA não será mais Erika Moura e a pessoa mais cogitada nos bastidores para ocupar o seu lugar na próxima gravação da vinheta em 2018 será Pabllo Vittar.
Após anos de polêmica em torno da objetificação da mulher e reforço de estereótipos de gênero e raça, a Globo resolveu vestir a Globeleza porém Pabllo Vittar pode aparecer como uma GLOBELEZA OUSADA totalmente nua e pintada apenas com as cores LGBT.

TJMA | Nova mesa diretora do Judiciário maranhense toma posse


Os três novos membros da mesa diretora do Judiciário maranhense tomaram posse na manhã desta sexta-feira (15), na sala das sessões plenárias do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). Os desembargadores José Joaquim Figueiredo dos Anjos (presidente), Lourival de Jesus Serejo (vice) e Marcelo Carvalho Silva (corregedor-geral da Justiça) foram eleitos, no dia 4 de outubro deste ano, para o biênio 2018/2019.
O novo presidente do TJMA disse que o Poder Judiciário do Maranhão deve não apenas tomar as decisões, mas fazer com que sejam cumpridas, rigorosamente, em tempo hábil.
"Queremos uma Justiça próxima do povo, para o qual é ditada e do qual deve estar sempre ao alcance. Uma Justiça simples, real, despida de tudo que a possa tornar dificultosa, a fim de que a sociedade civil possa nela crer, convencida que ela é a sua mais sólida garantia", enfatizou o novo presidente do TJMA, acrescentando que "o Judiciário não vai ficar omisso diante de atos de improbidade".
Ele afirmou que sociedade maranhense clama por resposta judicial efetiva, que previna e solucione os conflitos em tempo hábil. "Esta será a diretriz estratégica da nossa gestão: elevar a primazia absoluta à qualidade da prestação jurisdicional, entendendo-se por qualidade não apenas o teor científico das decisões que proferimos, que é e sempre foi apreciável, porém, também o tempo que levamos para proferi-las e o tempo que levamos para fazer com que sejam cumpridas", assinalou.
Joaquim Figueiredo elencou algumas das prioridades de sua gestão, como uma Justiça mais célere e próxima da sociedade; a construção da nova sede do Judiciário, na chamada Cidade da Justiça, em São Luís, com o apoio do Governo do Estado; e concurso público para servidores. Tudo com a colaboração dos desembargadores Lourival Serejo (vice-presidente) e Marcelo Carvalho Silva (corregedor-geral da Justiça), assim como dos outros membros da Corte.
Numa cerimônia marcada pela emoção, o presidente empossado não conteve o choro, ao lembrar de seu pai, Liberino Santos dos Anjos, já falecido; ao falar sobre sua mãe, Aldeide Figueiredo dos Anjos, presente à posse, juntamente com a esposa, filhos, irmãos, netos e outros familiares e amigos do desembargador.
"A minha origem é humilde. E quem galga o poder – como eu galgo hoje – primeiro por Deus, depois pelos meus pares, tem que ficar sempre emocionado".
MISSA E SOLENIDADE - Uma missa em ação de graças, celebrada pelo padre Cláudio Corrêa na Catedral Metropolitana, antecedeu a solenidade. Magistrados, servidores, parentes e amigos dos desembargadores eleitos foram à Igreja da Sé.
A solenidade no Plenário contou com a presença do governador do Estado, Flávio Dino, e do vice, Carlos Brandão; do ministro do STJ, Reynaldo Fonseca; da conselheira do CNJ, desembargadora Maria Iracema do Vale; do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; do deputado Rogério Cafeteira, representando a Assembleia Legislativa; do presidente do TRE-RS, desembargador Carlos Marchionatti; do presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça, desembargador Pedro Carlos Marcondes; do desembargador Raimundo Nonato Alencar, representando o TJ-PI; do presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), juiz Ângelo Santos; e do procurador-geral de Justiça, Luíz Gonzaga Coelho, que integraram a mesa.
O então presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cleones Cunha, abriu a sessão solene de posse dos novos dirigentes do Judiciário estadual, agradecendo, nominalmente, à colaboração de todos os integrantes da mesa, aos desembargadores, juízes, diretores e também a servidores, funcionários terceirizados e demais pessoas que o ajudaram ao longo dos últimos dois anos.
Cleones Cunha disponibilizou o Relatório de Gestão do biênio 2016/2017 aos desembargadores e enalteceu a qualidade da atuação, do histórico funcional e de vida dos três novos dirigentes da Corte.
"Não tenho dúvidas de que o Poder Judiciário do Maranhão estará muito bem assistido e representado", avalizou, desejando sucesso e sorte, com a benção de Deus.
Em seguida, o desembargador Cleones Cunha entregou à desembargadora Maria Iracema do Vale, do Conselho Nacional de Justiça, a Medalha Antonio Rodrigues Vellozo, concedida pelo Tribunal a magistrados, membros do Ministério Público, advogados, deputados estaduais, deputados federais, serventuários e outras personalidades de comprovada idoneidade moral e reconhecido merecimento, pela prática de atos ou serviços relevantes em favor do Poder Judiciário do Maranhão.
POSSE - Cleones Cunha convocou, então, o novo presidente a prestar o compromisso e assinar o termo de posse, posteriormente lido pelo novo diretor-geral do TJMA, Mário Lobão Carvalho. Depois de receber o Grão-Colar Clóvis Bevilacqua, com o qual são agraciados os desembargadores-presidentes, e de assumir o lugar de seu antecessor, José Joaquim Figueiredo dos Anjos deu posse aos desembargadores Lourival Serejo (vice-presidente) e Marcelo Carvalho (corregedor-geral da Justiça).
O presidente empossado se desculpou por quebrar o protocolo para pedir a benção a sua mãe, antes de dar seguimento à solenidade. Depois entregou a Medalha Antonio Rodrigues Vellozo aos desembargadores Raimundo Nonato Alencar, do Tribunal de Justiça do Piauí, e Carlos Marchionatti, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.
O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos, irmão do novo presidente, fez o discurso de saudação aos dirigentes que irão comandar o Judiciário estadual nos próximos dois anos. O magistrado disse que os novos membros da Mesa Diretora do Tribuna de Justiça são brilhantes magistrados com sólida experiência profissional, capacidade de trabalho e grande competência.
"Todos eles são reconhecidos pela comunidade jurídica e, com certeza, muito contribuirão para que o Poder Judicário possa agilizar ainda mais a entrega da prestação jurisdicional, de forma qualificada e com a razoável duração e eficiência exigidas pela Carta Política do país", frisou.
Ao final da solenidade, a mâe dos desembargadores José Joaquim e José Jorge Figueiredo dos Anjos, carinhosamente tratada como dona Dedé pelos mais próximos, disse estar emocionada. "Eu sinto uma alegria muito grande. Agradeço muito ao doutor Carlos Cunha, que muito me ajudou, quando eles estudaram. Que Deus o tenha em bom lugar. Foi um grande amigo", elogiou.
O governador Flávio Dino disse que, no biênio que findou, sob a presidência do desembargador Cleones Cunha, a parceria do governo e do TJMA conseguiu avançar em políticas de interesse da sociedade, abrindo novas unidades judiciárias, para que a a população possa ter uma Justiça mais próxima.
"Do mesmo modo, com o presidente José Joaquim é essa a expectativa, que cada um cumpra o seu papel e que nós, do Poder Executivo, que temos a responsabilidade de arrecadar, de gerir os recursos e distribuí-los, junto com o Legislativo, para todos os poderes e órgãos, possamos continuar a fazer desse modo", resumiu.
Também compareceram à solenidade outras autoridades, como deputados, representantes de outros tribunais; procuradores; defensores-públicos; juízes; promotores de justiça; advogados; militares; servidores do Judiciário, parentes e amigos dos empossados.
Fonte: TJMA

Professora casada é presa após realizar fetiche com aluno em sala de aula



Recentemente, em uma escola da Carolina do NorteEstados Unidos, uma professora, a jovem educadora, Katherine Ross Ridenhour, de apenas 23 anos, foi presa acusada de ter mantido relações com um aluno de 17 anos de idade.
De acordo com o jornal “Independent”, a polícia local foi informada no começo da semana sobre as relações entre a professora e o aluno. De acordo com as investigações, os dois tiveram muitos encontros no último mês.
Katherine foi acusada de “liberdades indecentes”, crime definido como alguém que quer ou tenta manter liberdades impróprias e indecentes com qualquer estudante a fim de obter prazeres ou satisfação.
A professora sofreu duas acusações, sendo cada uma delas com pena máxima de 12 meses. A mãe de um aluno da escola comentou o caso. Segundo a mulher, crimes como estes estariam mais comuns do que nunca, e seria impossível identificar todos, e pior ainda seria prever onde estaria acontecendo tal coisa.
Foto reprodução

Foto reprodução

Foto reprodução

Foto reprodução
Fonte: https://www.portaldenoticias.net/professora-casada-e-presa-apos-realizar-fetiche-com-aluno-em-sala-de-aula/

Acidente entre ônibus e carro deixa uma pessoa ferida na BR 316

No momento que houve o acidente estava chovendo muito, pista molhada, o que pode ter contribuído para a colisão.
Colisão na BR 315

Na manhã dessa sexta-feira (15), um acidente entre ônibus da empresa Editur e carro passeio, acabou deixando uma pessoa gravemente ferida na BR 316, na Estaca Zero. No momento que houve o acidente estava chovendo muito, pista molhada, o que pode ter contribuído para a colisão.

De acordo com informações, devido ao forte impacto da colisão, o motorista não conseguiu ‘segurar’ o veículo na pista, e acabou saindo da BR.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

VEJA VÍDEOS! Câmeras flagram momento em que homem morre ao cair de moto e quebrar o pescoço FORTE AS IMAGENS

Foto: Divulgação
O motoqueiro não usava capacete e morreu instantaneamente na avenida
Um homem que não foi identificado no local do acidente ocorrido por volta das 15h30 desta quarta-feira, morreu na hora ao bater a cabeça contra o meio-fio da Avenida Itauba, no bairro do Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Ele dirigia em alta velocidade e perdeu o controle de sua motocicleta ao derrapar na pista, que ainda estava molhada pela chuva que tinha parado pouco antes.


O motociclista sofreu uma queda fatal (Foto: Divulgação) 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que o homem morreu mais rapidamente porque sofreu traumatismo craniano e ainda quebrou o pescoço ao bater a cabeça contra a mureta do meio-fio.
 


ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

 Foto: Divulgação

Veja o momento em que o motociclista perde
o controle da moto e morre em seguida:


TJ e FAMEM firmam parceria direcionada para pessoas com transtornos mentais e conflitos com a Lei

 Presidente da Famem e presidente do TJ assinam  o termo de compromisso

Os presidentes do Tribunal de Justiça e da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, desembargador Cleones Cunha e o prefeito Cleomar Tema, respectivamente, assinaram, nesta quarta-feira (13), termo de compromisso para implantação do Programa de Atenção Integral para Pessoas com Transtornos Mentais em Conflito com a Lei do Maranhão (PAI-MA).
Também participaram da cerimônia os desembargadores Froz Sobrinho e Anildes Cruz; além de representantes de outras instituições parceiras da ação.
A FAMEM, como entidade representativa das cidades maranhenses, trabalhará em conjunto com o Poder Judiciário no sentido de divulgar as ações do programa perante a municipalidade.
O juiz Fernando Mendonça (2ª VEP), que já trabalha com a questão da saúde mental de pessoas em conflito com a lei há vários anos, explicou que a celebração do termo representa melhoria para a saúde e segurança pública do estado, pois vai garantir avaliações sociofamiliares e perícias psiquiátricas das pessoas com problemas de saúde mental em conflito com a lei, por equipes especializadas, inclusive desde as primeiras suspeitas.
“A partir de agora teremos redes de atenção à saúde, aumentando os conhecimentos e disseminando informações sobre esse importante tema”, frisou.
Cleones Cunha também comentou a preocupação do Poder Judiciário em buscar melhor assistência às pessoas com transtornos mentais em conflito com a lei, inclusive como forma de respeitar o princípio da dignidade da pessoa humana.
Tema entre os desembargadores Froz Sobrinho, Cleones Cunha e Anildes Chaves Cruz
As ações são voltadas para a atenção das pessoas que possuem algum tipo de transtorno mental comprovado por perícia médica e que estão em conflito com a lei, através da conjugação de políticas públicas estaduais, em conformidade com a Lei Federal n° 10.216/2001 e demais instrumentos normativos relacionados.
De acordo com o termo, entre as obrigações do Poder Judiciário estão a promoção de ações que contribuam para a implementação e a consolidação das interfaces entre o sistema de justiça criminal e a Rede de Atenção à Saúde (RAS) em âmbitos estadual, regionais (pelas comarcas e regiões de saúde) e municipais, por ações articuladas entre a UMF e as direções estadual e municipais do SUS.
Caberá ainda ao TJ, o acompanhamento e monitoramento da implementação do PAI-MA, por meio da UMF, em relação às responsabilidades dos órgãos da justiça criminal, bem como em relação ao cumprimento das metas pactuadas pelas direções estadual e municipais do SUS.
A UMF será responsável ainda por corrigir eventuais distorções administrativas relacionadas com o processamento e tramitação das medidas terapêuticas cautelares, provisórias ou definitivas.

Homem é preso suspeito de estuprar a própria filha de dois anos

Foi preso na madrugada desta sexta-feira (14), um homem, identificado como João da Silva Lima, acusado de abusar sexualmente da própria filha, de apenas dois anos. A prisão foi efetivada pela Polícia Civil, por meio do Plantão Central da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz.
O homem foi preso em sua residência, em Senador La Roque. No momento da prisão, João da Silva encontrava-se com uma arma de fogo, dentro do bolso da bermuda em que estava vestido.
Diante disso, ele foi trazido para o Plantão Central de Imperatriz e autuado pelos de crimes de estupro de vulnerável, previsto no Artigo 217-A do Código Penal, e, também, por porte ilegal de arma de fogo.
A polícia chegou até o suspeito, após uma denúncia anônima. A criança foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), e após exames ficou constatado que o homem manteve relações com a menina. O suspeito encontra-se à disposição da Justiça.
Fonte: Blog do Djalma Rodrigues