quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Pacientes e proprietário de clínica descredenciada pelo município protestam contra ato insano do governo Léo Coutinho

Blog do Sabá
Conforme havia anunciado, o proprietário da Clínica Santa Teresinha, a mais antiga clínica de fisioterapia de Caxias, realizou na manhã desta terça-feira, 16, uma manifestação contra o descredenciamento da sua empresa pela Prefeitura de Caxias.

O ativista Natanael dos Reis Pereira, profundo conhecedor do funcionamento da rede de saúde do município, lamentou o descredenciamento da Santa Teresinha e disse que essa atitude insana da atual administração é o retrato da política de saúde da família Coutinho. “Esse descredenciamento vem se juntar a outros pertencentes a adversários da família Coutinho, que fez o mesmo com o Centro Médico, com a Clinison e com o Hospital Dia”, lembrou Natanael.


Ermando Filho lamentou a atitude da Prefeitura e disse que nunca se envolveu com política partidária mas, diante do ato ditatorial dos mandatários da cidade, irá ser mais um a levantar a voz diante dos desmandos em Caxias.

Ao lado de funcionários e pacientes que recebiam atendimento na empresa, o fisioterapeuta Ermando Filho comandou o movimento, que percorreu ruas do centro da cidade.

Já amplamente denunciado neste blog, em programa de rádio, e na tribuna da Câmara, até o momento o prefeito Léo Coutinho, e muito menos o secretário de Saúde, Vinicius Araújo, fizeram um pronunciamento ou lançaram uma nota em que pudessem explicar um motivo qualquer para o descredenciamento abrupto da mais Clínica Santa Teresinha.

Conforme revelado pelo próprio Ermando Filho, de que ouviu tanto do prefeito Léo, como do deputado Humberto Coutinho, que o parentesco com Fábio Gentil foi o motivo para que a referida clínica deixasse de prestar serviço ao município, só mostra que a atitude teve como único objetivo enfraquecer politicamente o pré-candidato a prefeito pela oposição.