Header Ads

Um ano depois de novo governo, motoristas ainda ficam atolados na MA-245

Atual 7

Edeconsil Construções e Locações já recebeu mais de R$ 20 milhões pela obra. Secretário de Infraestrutura promete concluir a estrada até novembro deste ano

Um ano depois de novo governo, motoristas ainda ficam atolados na MA-245
Próximo de completar aniversário de um ano em que os caminhões do Mais IDH não puderam chegar ao município de Lagoa Grande, um dos 30 mais pobres do Maranhão, para levar os serviços e ações emergências ofertados pelo programa, a situação da MA-245 ainda é a mesma: a estrada permanece completamente tomada por atoleiros e muita lama.
É o que mostra imagens enviadas ao Atual7 pelo professor Francisco da Kabé, que em abril do ano passado já havia denunciado o descaso em uma rede social.

Atolados no lamaçal, conselheiros tutelares ficam impossibilitados de continuar o trabalho
FRANCISCO DA KABÉDESCASOAtolados no lamaçal, conselheiros tutelares ficam impossibilitados de continuar o trabalho

Registradas na semana passada, na terça-feira 26 e na sexta-feira 29, as novas imagens mostram de carros pequenos a caminhões atolados, além de, até mesmo, uma pickup 4x4, uma das poucas com tração suficiente para enfrentar os atoleiros e lamaçais da MA-245, com a dianteira completamente enterrada – isso mesmo que você leu, enterrada! - na estrada.
De responsabilidade da empresa Edeconsil Construções e Locações Ltda, pertencente ao poderoso empresário Fernando Cavalcante, o Fernandão, as obras de construção e pavimentação da MA-245 começaram a ser iniciadas no final do governo passado, mas foram paralisadas pelo governo Flávio Dino no início de janeiro do ano passado.
Por causa da paralisação das obras, além do prejuízo causado ao programa Mais IDH, o Maranhão foi palco de vergonha nacional, quando uma equipe de reportagem do programa "Profissão Repórter", da Rebe Globo, ao tentar chegar a cidade de Marajá do Sena, ficou atolada na estrada – que liga os municípios de Lago da Pedra e Lagoa Grande.

Nem mesmo uma pickup 4x4 conseguiu passar pelos atoleiros da MA-245
FRANCISCO DA KABÉVERGONHANem mesmo uma pickup 4x4 conseguiu passar pelos atoleiros da MA-245

No sábado 30, quem também ficou atolado na MA-245 foi um dos representantes do próprio governo estadual, o diretor da Companhia de de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Davi Araújo Telles, que precisou ser puxado por um outro carro traçado para sair do local. Confortável no ar-condicionado do veículo e alheio à situação vexatória para o próprio Palácio dos Leões, Telles ainda sorriu e acenou para quem também atolou mas não recebeu a mesma ajuda.
Apesar das imagens de descaso, alcançado peloAtual7, o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, afirma que, dos 65,41 quilômetros contratados, apenas seis apresentam problema, e que o governo estadual já estaria resolvendo a situação e, "garantindo o tráfego".
Noleto afirma ainda que 31% da obra já foram executados, que "o restante a terraplanagem segurou bem" e que tudo estará concluso e entregue até novembro deste ano. Ele também detalhou que a Edeconsil já recebeu R$ 20.588.688,67 (vinte milhões, quinhentos e oitenta e oito mil, seiscentos e oitenta e oito reais e sessenta e sete centavos) dos R$ 67.445.669,91 (sessenta e sete milhões, quatrocentos e quarenta e cinco mil, seiscentos e sessenta e nove reais e noventa e um centavos) do valor do contrato.

Nenhum comentário

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..

Tecnologia do Blogger.