sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Sinproesemma evita protestos no Maranhão, mas vai para ato no Piauí

sinproesemmaOs professores maranhenses andam cada vez mais revoltados com a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação em Pública do Maranhão (Sinproesemma).
Enquanto a entidade que deveria representar os interesses da categoria a abandona no estado – prova disso é que um grupo independente de professores precisou organizar um ato pelo reajuste de 11,36% do piso nacional, estabelecido pelo MEC (reveja) -, seus dirigentes vão ao Piauí protestar por pelo pagamento do mesmo piso nacional.
Não, caro leitor, você não leu errado. É isso mesmo!
O mesmo sindicato que, no Maranhão, omite-se do debate sobre o pagamento do piso nacional e abandona seus representados, que lutam sozinhos pelo pagamento do piso, vai ao Piauí protestar… pelo pagamento do piso nacional.
Se não acredita, veja aqui.
A incoerência (ou peleguismo) do Sinproesemma, no entanto, já foram mostradas aqui antes.
julioO seu presidente, professor Júlio Pinheiro, é do PCdoB (veja ao lado), e tenta a todo custo eleger-se vereador de São Luís em 2016.
Não deve, portanto, entrar em rota de colisão com o governador Flávio Dino (PCdoB) agora.
Pior para os professores…
Por Gilberto Leda