terça-feira, 1 de março de 2016

Vergonha,Vergonha! - Em Turiaçu-MA: Alunos dividem escola feita de tábuas com animais e bebem água de poço


Não é novidade que há má gestão na maioria dos municípios maranhenses, principalmente, em setores fundamentais como Saúde, Educação e Infraestrutura.


Boa parte dos gestores públicos do nosso estado, SEM GENERALIZAR, é responsável por números que nos colocam entre os estados mais corruptos da federação, se não o mais corrupto!

Em Turiaçu, interior do Maranhão, município que já foi tema de postagem do Blog do Udes Filho, por conta do descaso e caos com a saúde pública, onde pacientes são transportados em rede de dormir até o hospital (relembre), podemos constatar o retrato do uso errado dos recursos públicos, que nos remete claramente a indícios de corrupção.


Neste post, o Blog do Udes Filho aborda, de maneira superficial, a situação do sistema público de ensino daquele município. É, simplesmente, revoltante!



A cidade que ganhou fama por produzir o abacaxi mais doce do país, tem 145 anos de existência, mas, até hoje, não possui água encanada. Além dos problemas nos setores de infraestrutura e saúde pública, Turiaçu vive sérias dificuldades na educação pública.


As escolas são verdadeiros barracões, construídos com tábuas, desconfortáveis e calorentos, cobertos por telhas brasilit. De acordo com denúncia em caminhada ao editor deste blog, a água servida aos alunos e professores das escolas localizadas nos povoados é retirada de poços e consumida sem qualquer tipo de tratamento. 

Ainda de acordo com as denúncias, a merenda escolar é servida apenas durante apenas uma semana por mês.


Há, também, uma escola construída com pedaços de maneira e coberta com palha, meia parede, servindo, também de estábulo para jumentos. As “escolas” relatadas neste post, estão localizadas nos povoados Capitão e Barraca.



O Blog do Udes Filho e os moradores de Turiaçu esperam que o Ministério Público investigue o caso e tome previdências urgentes para fiscalizar e punir o prefeito Umbelino Ribeiro.



Desde a semana passada, este blog tem tentado ouvir alguém da Prefeitura de Turiaçu, mas, até o momento, não logrou êxito.
Por Marcelo Vieira