Notícias

terça-feira, 25 de abril de 2017

Juíza nega pedido e Roseana Sarney permanece ré no Caso Sefaz

Ex-governadora do Maranhão é acusada de crime de peculato e formação de organização criminosa

A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), tentou mas não conseguiu se livrar do processo penal em que é ré por suspeita de participação em suposto desvio de milhões de reais dos cofres públicos por meio de compensações tributárias ilegais, o chamado Caso Sefaz.
Roseana teve o pedido rejeitado pela juíza titular da 8ª Vara Criminal, Oriana Gomes, que não aceitou os argumentos apresentados pela peemedebista e não vislumbrou qualquer possibilidade de absolvição sumária solicitada por ela nas respostas às acusações do Ministério Público.
Na decisão, a magistrada afirmou que a denúncia não foi elaborada ao sabor do clamor público, “embora o promotor [Paulo Roberto Barbosa Ramos] tenha se excedido em informações à mídia”, e que não há como aceitar a questão da inépcia, pois a peça acusatória “traz elementos de indícios, possibilitando a todos a defesa e o contraditório amplos”, satisfazendo os requisitos legais.
Contra a ex-governadora pesa a acusação de crime de peculato e formação de organização criminosa.
Atual 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..