Header Ads

FIM DOS TEMPOS: Megaigreja utiliza uso de “tarô gospel” e gera onda de críticas

Uma megaigreja da Califórnia está sendo denunciada por estar promovendo uma forma de ‘ocultismo gospel’. Com o lançamento de suas “Cartas do Destino”, muitos cristãos reclamam que são apenas cartas de tarô com outro nome. O assunto foi bastante debatido por sites evangélicos nas últimas semanas.
A Igreja Bathel, localizada na cidade de Redding tem 9.000 membros. Ela é liderada pelo pastor Bill Johnson, que afirma ter um forte ministério profético, mas que acumula polêmicas por conta de seus ensinos. A controvérsia da vez é sua associação com um ministério da Austrália chamado Christ Alignment [Alinhamento de Cristo]. Eles afirmam ter abençoado muitas igrejas oferecendo leituras de um baralho ‘especial’.
A equipe do Christ Alignment diz ser formada por “conselheiros espirituais capacitados”. Em seu site oficial afirma “operamos com a mesma energia divina do espírito de Cristo, como faziam seus primeiros seguidores”. Diz também que oferecem “uma forma de cura sobrenatural, que flui da presença universal de Cristo… que vem do terceiro céu para dar entendimento e revelação”.
A apologeta Marsha West, do ministério Rede Cristã de Pesquisas, argumenta que essas Cartas do Destino são apenas um outro nome para cartas de tarô. “Elas são usadas para supostamente revelar o futuro de alguém. A adivinhação é uma prática do ocultismo. Todo os ocultistas acreditam que são dotados de poderes mágicos ou sobrenaturais… Portanto, fica claro que o Christ Alignment fala sobre o Cristo místico da Nova Era, não o Cristo das Sagradas Escrituras, já que o povo de Deus não deve participar de práticas ocultistas. (cf. Deuteronômio 18:10)”.
A equipe da Bethel inicialmente negou qualquer associação com a Christ Alignment e as cartas. Kris Vollotton, co-fundadora da Escola Bethel de Ministério Sobrenatural, escreveu um desmentido no Facebook, mas depois apagou.
Segundo o site Christian Times, a confusão aumentou depois que Ken e Jenny Hodge, da Christ Alignment, revelaram publicamente o trabalho deles junto à megaigreja e sua escola, ao mesmo tempo em que negaram as acusações de que são uma seita.
“Nós não somos uma seita, odiamos o tarô, não nos juntamos ao mundo. Apoiamos totalmente o que a Bethel acredita. Nosso ministério não tem nada para se arrepender… É ridículo que os cristãos nos julguem com base nas fotos de nossas cartas, mas ninguém perguntou o que elas realmente são”, escreveram os representante do Christ Alignment.
Também explicaram ter desenvolvido um método para alcançar seguidoras da Nova Era e praticantes do esoterismo, tendo ensinado isso em muitas igrejas na Austrália. Parte de sua estratégia é participar de feiras esotéricas, onde usam a leitura de cartas para compartilhar o evangelho.
Em seu site pessoal, Theresa Dedmon, uma das pastoras da igreja Betel e diretora da Escola de Ministério Sobrenatural, tentou pôr fim à polêmica, defendendo o uso das Cartas do Destino como uma forma de “evangelismo criativo”.
Embora admita que elas se parecem com cartas de tarô, insiste que a equipe de Christ Alignment são capacitados para “dar uma palavra profética sobre seu destino, que é ter um relacionamento pessoal com Deus Pai, através de Jesus Cristo e conhecer o Espírito Santo”, disse ela. “Elas são simplesmente imagens que ajudam a comunicar a mensagem das Boas Novas para aqueles que buscam esperança e futuro”. Com informações gospelprime.
Fonte: Gospel Geral

Nenhum comentário

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..

Tecnologia do Blogger.