quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Mulher mata colega de trabalho durante discussão por chip de celular numa escola do Ceará


A auxiliar de serviços gerais assassinou uma colega a facadas nesta terça-feira (30) durante uma discussão por um chip de celular dentro da escola onde as duas trabalhavam, em Massapê, interior do Ceará.

A vítima, identificada como Beta Rodrigues, chegou a ser levada a um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme o titular da Delegacia Municipal de Massapê, delegado Márcio Luiz de Melo, a suspeita já havia se desentendido com a vítima e passou a andar armada.

Durante uma outra discussão, a mulher esfaqueou a companheira de trabalho.

"Elas já não estavam se entendendo bem. Mas a mulher que matou deu um depoimento desencontrado, dizendo que estava sendo perseguida. Por isso, começou a andar com a faca". A vítima foi atingida por, pelo menos, quatro facadas.

'Desequilíbrio momentâneo'

O delegado disse que o crime por ter sido causado por um "desequilíbrio momentâneo". "Ela (suspeita) achava que estava sendo perseguida, quando estava com essa amiga. A autoria já é confirmada, mas agora vamos confirmar a motivação."

A auxiliar de serviços gerais foi levada para a Delegacia de Sobral, onde foi autuada por homicídio. Um inquérito policial foi aberto na Delegacia de Massapê para investigar o caso. 

G1