Notícias

quinta-feira, 10 de maio de 2018

'Covardia', diz mãe de rapaz morto por engano durante emboscada de jovem por vingança. Entenda o caso.

Garota de 17 anos confundiu assassino do namorado com Thiago Gabriel dos Santos, de 19 anos. Dias depois, ela também foi morta em Rio Preto. Cinco pessoas foram detidas por envolvimento nos três crimes.

Thiago foi morto por engano durante tentativa de vingança em um triângulo amoroso envolvendo Rafaela Bugati.  (Foto: Reprodução/Instagram)
Thiago foi morto por engano durante tentativa de vingança em um triângulo amoroso envolvendo Rafaela Bugati. (Foto: Reprodução/Instagram)

mãe do jovem que foi morto por engano em uma tentativa de vingança tenta lidar com a perda do filho. Thiago Gabriel dos Santos, de 19 anos, foi baleado no bairro João Paulo 2º, em São José do Rio Preto (SP), em 21 de março.
"Foi covardia, porque ele nem conseguiu se defender, já que estavam em um bando”, diz Valquíria Aparecida dos Santos em entrevista ao G1.

A polícia afirma que Thiago foi vítima de um triângulo amoroso que resultou em três mortes. Segundo as investigações, a menor Rafaela Bugatti, de 17 anos, namorava um detento do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto, e também Marcos Vinícius da Silva, de 18 anos, fora do presídio.
Um amigo do detento descobriu a traição e matou a tiros Marcos Vinícius. Ao saber do crime, a adolescente planejou matar o assassino, mas acabou confundindo o criminoso com Thiago.
“O Thiago foi confundido. A pessoa que eles [grupo de Rafaela] queriam pegar é do mesmo bairro e se parecia muito com o Thiago. Ele tinha passagem pela polícia, mas neste caso ele não estava envolvido”, afirma o delegado Alceu Lima Júnior.
“É mais difícil ainda saber que ele morreu por engano do se tivesse sido em um assalto ou um acidente", desabafa a mãe.
Thiago foi morto com dois tiros ao chegar na casa da avó. “Ele estava em casa comigo, ia buscar a mulher dele em outro bairro, foi quando os meninos o mataram por engano."
Depois de participar da morte de Thiago, Rafaela ainda tentou matar o adolescente que teria assassinado Marcos, mas não conseguiu. Dias depois, ela foi morta a tiros em uma avenida de Rio Preto.
Thiago Gabriel foi morto por engano em Rio Preto (SP) e seria pai em junho (Foto: Arquivo Pessoal)
Thiago Gabriel foi morto por engano em Rio Preto (SP) e seria pai em junho (Foto: Arquivo Pessoal)

Ainda de acordo com Valquíria, Thiago, que largou os estudos no segundo ano do ensino médio e trabalhava como carroceiro, seria pai em junho.
"Ele era uma pessoa boa de coração, ia ser pai em junho, vai nascer o primeiro filho dele. Ele estava comprando todas as coisas para o bebê. Isso dói muito", afirma.
Após um mês de investigações, a polícia concluiu o caso e apreendeu o menor suspeito de matar Marcos Vinícius da Silva; dois maiores e um adolescente por terem matado o Thiago (com a ajuda de Rafaela) e outro menor por ter matado a jovem após a tentativa de vingança. Os menores foram levados para a Fundação Casa e os maiores para presídios na região.

O crime

Thiago foi morto durante uma vingança por outro assassinato. As mortes de Marcos, Thiago e Rafaela têm relação entre si.
Segundo as investigações, Rafaela namorava um detento do CDP e também outro rapaz fora do presídio. Um amigo do detento ficou sabendo da traição e matou a tiros Marcos Vinícius da Silva, de 18 anos.
Rafaela decidiu se vingar da morte de Marcos e foi atrás dos suspeitos. Foi quando Thiago foi morto por engano.
Depois desse crime, Rafaela, com ajuda de outras pessoas, continuou atrás dos suspeitos e tentou matar o adolescente que teria assassinado Marcos, mas não conseguiu.
Isso, segundo a polícia, aconteceu na véspera da morte dela. A tentativa de homicídio foi em uma padaria na Avenida Domingos Falavina.
Quatro dias depois da morte de Thiago, e no dia seguinte desta tentativa de homicídio, Rafaela foi assassinada a tiros no bairro João Paulo 2°, na Avenida Danilo Galeazzi. Ela dirigia um carro quando uma motocicleta se aproximou e o garupa disparou contra ela.
Após um mês de investigações, a polícia apreendeu o menor suspeito de matar Marcos Vinícius da Silva, dois maiores e um adolescente por terem matado o Thiago (com a ajuda de Rafaela) e outro menor por ter matado a jovem. Os menores foram levados para a Fundação Casa e os maiores para presídios na região.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..