Header Ads

Enchentes: presidente da Famem diz que o pior já passou, mas que o trabalho continua


Celomar Tema diz que o pior das enchentes já passou, mas o trabalho continua
Celomar Tema: o pior das enchentes já passou, mas o trabalho continua
“O pior já passou. Agora é a hora de reconstruir o que foi destruído”. A declaração é do presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, ao avaliar a situação dos municípios que foram duramente castigados pelas chuvas, sofrendo inundações a destruição de muitas moradias e o flagelo de pelo menos duas mil famílias em Tuntum, Pedreiras, Trizidela do Vale e outras unidades municipais menos afetadas. O presidente da Famem informa também que os municípios mais afetados, a começar por Tuntum, eu fizeram a lição de casa e decretaram Estado de Emergência dentro das regras, já começaram a receber auxílio da União, como 40 mil galões de água, centenas de cestas básicas, quites de higiene pessoal e outros benefícios.
Além disso, o governador Flávio Dino autorizou e vai entregar na próxima semana auxílio financeiro às famílias que mais sofreram danos materiais, como desabamento de residências, perda de móveis e utensílios domésticos, de modo a que possam recuperar pelo menos parte do que perderam. O valor a ser recebido por cada família atingida será definido com base na avaliação da situação de cada uma, feita por técnicos da Defesa Civil estadual com o apoio de agentes das prefeituras. Mas é bom deixar claro que só serão beneficiados com essas medidas os municípios que fizeram o “dever de casa”, decretaram estado de Emergência e os prefeitos pediram ajuda de acordo com as regras em vigor.
De acordo com o presidente da Famem, 19 municípios foram afetados, mas nem todos decretaram emergência. Mesmo assim, a Famem está atuando para apoiar os prefeitos em dificuldades com campanha para pedir apoio às famílias que foram duramente atingidas. Cleomar Tema destaca o apoio expressivo de instituições públicas, como o Tribunal de Justiça, cujos servidores fizeram donativos, e da sociedade civil, com o apoio de empresas (Potiguar e Grupo Mateus, por exemplo), que fizeram doações, e até setores artísticos, como o grupo SambaCeuma, que fez campanha por doações.
“A Famem agradece o apoio de todos, principalmente da sociedade civil, que atendeu aos apelos e apoiou os municípios afetados”, declarou o presidente da entidade municipalista ao fazer um balanço ainda parcial dos problemas casados pelas enchentes.
Repórter Tempo(Ribamar Corrêa)

Nenhum comentário

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..

Tecnologia do Blogger.