domingo, 27 de maio de 2018

Tragédia: Jogador italiano sequestra, mata ex-namorada a tiros e comete suicídio

Uma tragédia amorosa chocou a Itália e o mundo esportivo neste fim de semana. O jogador italiano de futebol Federico Zini, de 25 anos, sequestrou e assassinou a ex-namorada Elisa Amato, de 30 anos, e depois cometeu suicídio.
A tragédia ocorreu em Prato, na província de Pisa. O jovem deu três tiros na ex-namorada. Os corpos de Zini e Elisa foram encontrados na manhã de sábado (26), dentro de um carro estacionado diante do campo esportivo da Rua Vecchia Fornace, na periferia de San Miniato.
O casal havia se separado há pouco mais de um ano. Desde então, Zini, que jogava pelo Tuttocuoio, da série C, perseguia Elisa e tentava reatar o namoro, mas não há registros de brigas nem de denúncias da parte da jovem contra o rapaz.
A pistola usada no crime estava registrada no nome do jogador, que a teria comprado logo após conseguir uma permissão de posse de arma de fogo.
Zini tinha começado sua carreira na categoria juvenil do Empoli como atacante. Depois de algumas experiências na Liga Pro e na Série D, tentou a sorte no exterior, atuando em Malta, Mongólia, Filipinas e Bulgária, antes de voltar ao país natal. // Terra
Via Itambéagora