segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Barbaridade: Produtor rural é preso por matar esquartejar mãe e filha de 5 anos em

Crime foi descoberto após pernas da mulher serem encontradas perto de rodovia em Minas Gerais…


Um produtor rural foi preso em um sítio em Silvianópolis (MG) no sábado, 10, acusado de matar a companheira e a filha dela. Depois ele teria esquartejado os corpos, mas o crime acabou descoberto a partir de duas pernas que foram localizadas próximas a uma rodovia na terça-feira, 6. Em seguida outras partes foram achadas em diferentes locais.
O acusado, Luiz Carlos Martins, de 47 anos, alegou ter matado Francileide Assis Barbosa, de 26 anos, devido a problemas no relacionamento. Já a filha dela, Bruna Carla Assis, de 5 anos foi morta em seguida, ao se deparar com a mãe sendo assassinada. Os corpos foram esquartejados no porão da casa, que ficou com marcas de sangue por todo lado.
Criminoso jogou o corpo da criança em uma fossa sem uso que existe na propriedade
Criminoso jogou o corpo da criança em uma fossa desativada na propriedade.
Os crimes ocorreram há duas semanas, tendo a polícia identificado as vítimas graças a tatuagens em uma perna da mulher. Ela morava em Feira de Santana (BA) e teria conhecido o suspeito há pouco tempo, ocasião em que foi junto com a filha morar com ele na zona rural.
À polícia ele contou ter matado as duas a marteladas e depois cortado os corpos usando uma faca e uma serra. E que saiu parar sumir com as partes, mas resolveu jogar o corpo da criança em uma fossa sem uso que existe na propriedade.

Sumiço

“O corpo da mulher foi espalhado por uma área de até 70 quilômetros de distância”, explicou o delegado Rodrigo Bartoli. Segundo ele, a cabeça e as ferramentas usadas no crime o homem contou ter jogado em um rio, mas elas não foram localizadas.
Terra
Via Itambé Agora