domingo, 14 de abril de 2019

Avô é suspeito de mandar matar neto para ficar com a mulher dele

Antônio Dionísio [Avô], e os autores homicídio, Wilson e Leandro | Foto: divulgação/Polícia Civil
Sabemos que algumas histórias parecem inacreditáveis demais para terem acontecido fora das telas de cinema. Mas, acredite ou não, a vida real é capaz de superar qualquer cena de ficção. E foi justamente isso que aconteceu na Bahia.
Nesta sexta-feira (12/04), a Polícia Civil baiana desvendou o mistério que cercava a morte de Leandro dos Santos Adorno, um jovem de 27 anos. Ele foi encontrado morto com uma cruz feita no tórax – com material perfurocortante – com várias perfurações no rosto provocadas por golpes de faca – isso aconteceu em outubro de 2018, mas o caso era um mistério até que equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa, na Bahia, cumpriram os mandados de prisão preventiva de três envolvidos no homicídio do jovem. Foi aí que veio a surpresa. Conforme as investigações, o avô da vítima, Antônio Dionísio Correia dos Santos é o mandante do crime, no distrito de Ipuaçu, me de Feira de Santana, na Bahia.
De acordo com delegado Fabrício Linard, titular da DHPP/Feira, o avô planejou o assassinato e encomendou a morte do neto por ciúmes. “Ele nutria uma paixão não correspondida pela companheira da vítima e tinha muito ciúmes dela”, destacou os investigadores.
Além de Antônio Dionísio [Avô], também foram presos os autores homicídio, Wilson Santos Rodrigues, o “Parrudo” e Leandro dos Santos Vasconcelos, o “Léo”. Eles foram presos e levados para o Presídio Regional de Feira de Santana, onde permanecem à disposição da Justiça. As investigações seguem a cargo do DHPP.

0 comentários:

O blog não se responsabiliza pelos comentários, são de única exclusividade dos autores, postantes..