Click e Ouça Sua Rádio Online

Entrevista com o Presidente da Famem, Cleomar Tema

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Vídeo: Criança tenta impedir que madrasta esfaqueie o pai e não consegue

Imagens capturadas por uma câmera de estabelecimento comercial, em Imperatriz, mostram o momento em que Cellyara Almeida (foto abaixo) sacou de uma faca e atingiu o marido Gutemberg da Silva por três vezes. As imagens foram divulgadas no Imirante. 
No mesmo vídeo abaixo, o leitor perceberá que uma criança tenta evitar que a madrasta aplique as facadas no pai e não conseguiu. Foi um ato premeditado com a ajuda de uma amiga.
Nas imagens, o marido ia levando seus três filhos para a casa da sua mãe, quando um carro em que a esposa estava de carona para ao lado dele. Em seguida as crianças entram no veículo e quando ele tenta fazer o mesmo, começa a ser atingida pela mulher nas costas. Veja o vídeo abaixo:
Fonte: Blog do Luis Cardoso

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Jovem é encontrada morta e enterrada em quintal da casa do ex-namorado

Jovem é encontrada morta e enterrada em quintal da casa do ex-namorado
Por G1 MA — São Luís
Uma jovem identificada como Magda Carvalho Oliveira, 25 anos, foi encontrada morta e enterrada na quinta-feira (10) no quintal da casa do seu ex-namorado, Wellisson Farias Martins, 22, situado no município de Barreirinhas, a 25 km de São Luís.
Segundo informações da família repassadas a polícia, a vítima que trabalhava em uma ótica da cidade de Barreirinhas tinha saído para realizar algumas cobranças na terça-feira (8) e, desde então, havia desaparecido.
Desconfiados de que o ex-namorado estivesse com Magda Carvalho, os familiares decidiram avisar aos policiais que foram até a residência de Wellisson Farias e após buscas, com a ajuda do Corpo de Bombeiros, encontraram o corpo da jovem enterrado no quintal da residência dele.
De acordo com os policiais, Magda Carvalho Oliveira foi encontrada com as mãos amarradas e havia um pano no pescoço com sinais de esganadura. Wellisson Farias Martins foi preso e é apontado pela polícia como o principal suspeito de praticar o crime.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Preso idoso acusado de estuprar criança de 7 anos no MA

Preso idoso acusado de estuprar criança de 7 anos no MA

A Polícia Militar de Zé Doca, a 174 km de São Luís, prendeu Osiel Manga Rosa, de 74 anos. Ele é suspeito de abuso sexual contra uma menina de sete anos. De acordo com a polícia, o caso foi flagrado pelo pai da criança.

O pai falou em depoimento que sua filha saiu para comprar cheiro verde em uma mercearia perto de casa, onde Osiel atendia os clientes. Como a menina demorou a voltar, ele (o pai) decidiu ir até o estabelecimento e se deparou com uma cena suspeita.

“O pai flagrou tanto a criança sem as vestes, quanto o seu Osiel também nu. Ele alertou, teve uma discussão e chamou a polícia”, contou o delegado regional de Zé Doca, Jader Alves.

Na ficha criminal de Osiel não há registro de prisões anteriores, mas o delegado Jader afirma que há histórias em que o idoso é citado por tentar abusar de menores.

Diante do caso na mercearia, a Polícia Civil pediu que a menina fosse levada ao hospital para fazer o exame de conjunção carnal.

“Mediante das informações médicas e dos indícios que chegaram a mim, autuamos o seu Osiel Manga Rosa pelo crime do artigo 217-a, que é o estupro de vulnerável”, declarou o delegado Jader.

O Conselho Tutelar de Zé Doca disse que não foi comunicado do caso. Após autuação na delegacia, Osiel foi encaminhado para a Unidade Prisional de Zé Doca.

Fonte: G1 Maranhão 

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Idoso pedófilo flagrado estuprando menina de nove anos em São Luís, está sendo procurado pela polícia

Idoso pedófilo flagrado estuprando menina de nove anos em São Luís, está sendo procurado pela polícia
Nas imagens, um idoso aparece abusando sexualmente de uma menina de cerca de nove anos dentro de uma residência na Vila Flamengo, em São José de Ribamar. DPCA tenta localizar o idoso .
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) está investigando um caso de pedofilia após um vídeo viralizar nas redes sociais.
Nas imagens, um idoso aparece abusando sexualmente de uma menina dentro de uma residência na Vila Flamengo, nos fundos do Cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís.
O flagrante foi feito por uma pessoa que preferiu não se identificar. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu no último sábado (5) e parentes da vítima denunciaram o caso na DPCA.
“O caso está sendo apurado e a menina foi encaminhada para fazer exame. Ainda não temos informações se aconteceu ou não o abuso, que estamos investigando onde acontecia e desde quando”, informou a delegada da DPCA, Ana Zélia.
O idoso que aparece no vídeo não teve o nome divulgado. A família da menina não quis se manifestar sobre o abuso. Segundo o defensor público Joaquim Gonzaga neto, é de extrema importância formalizar a denúncia desses casos.
“Para todos os efeitos, o que a gente vê no vídeo é um estupro de vulnerável e que deve ser apurado pela polícia, que deve resultar em uma ação penal contra esse idoso. Quando a mãe, parente ou vizinho tomar conhecimento de violência sexual, psicológica ou física contra uma criança ou adolescente, há a obrigação de denunciar sob pena, inclusive, de ser responsabilizado”, afirmou o defensor público.
Com informações do G1 Maranhão
Via Suelda Santos

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Deputado Wellington presta solidariedade às famílias de adolescentes que foram executados na Zona Rural de São Luís


O deputado estadual Wellington do Curso esteve na comunidade de Mato Grosso e Coquilho, Zona Rural de São Luís, para se solidarizar com familiares e amigos dos adolescentes que foram executados. De acordo com as informações, os três rapazes foram mortos a tiros em uma área de mangue nas proximidades da construção de um residencial do Minha Casa, Minha Vida, no povoado Mato Grosso. Eles foram identificados como Gustavo Feitosa Monroe, de 17 anos, Joanderson da Silva Diniz, de 17 anos, e Gildean Castro Silva, 14 anos.

Ao se posicionar sobre o caso, o deputado Wellington afirmou que estará acompanhando as investigações para que o crime não fique impune.

“Uma verdadeira tragédia na Zona Rural de São Luis. Acabaram não apenas com a vida desses três jovens, mas também destruíram essas famílias que agora terão que conviver com esse vazio. Infelizmente, não há coisa alguma que possamos fazer para trazer a vida deles de volta. Resta pedir a Deus que console os corações dos familiares e amigos e nos empenharmos para que as investigações nos permitam identificar quem cometeu essa chacina. Nos solidarizamos com familiares e amigos, e rogamos a Deus que conforte os corações dos entes queridos e que na Sua benevolência, receba estes jovens de braços abertos”, disse Wellington.


Ainda na comunidade, o deputado Wellington participou de reunião que contou com a presença de populares, do Secretário de Segurança Pública do Estado do Maranhão e, também, do Secretário de Direitos Humanos.